Visita do Conselheiro para África

Visita Fraterna do Conselheiro para África, frei Conrad
Após a sua chegada no dia 30/01/2015, reuniu-se com os frades da Delegação, e iniciou sua fala trazendo notícias do encontro “Pan African Carmelite Leaders and Formators Assembly” que se realizou em Boko, Dar-Es-Salaam, Tanzania, país vizinho de Moçambique, no dia 21-26 de Janeiro de 2015. Houve a participação de dois frades da Delegação, nomeadamente Frei Genildo e Frei Mendonça.
Este encontro teve como tema principal “CHRIST OUR HOPE – A Fraternal Statement by Leaders and Formators of Africa”. Frei Conrad agradeceu pelo trabalho e comunicação que temos tido entre o Carmelo Africano, bem como pela representação do Carmelo Jovem de Rosto Moçambicano em Dar-Es-Salaam.
Esta visita fraterna a Moçambique era só para ver os seus irmãos confrades, como estão caminhando em todas as situações e conjuntamente procurar melhores formas de saída para as dificuldades. Focalizou com mais ênfase a formação que deve ser primordial e a necessidade de aprender as línguas que mais se usam na Ordem para a comunicação e intercâmbio. Também disse que “ todos os irmãos são formadores no estudo das atividades para o bem da comunidade e da Ordem, e que cada irmão deve dar bom exemplo de sua vocação para a comunidade, para a Igreja”.
Falou que devemos nos formar em todas as áreas, isto é, uma formação específica que possa servir futuramente para a Delegação e o bem do Carmelo, pois estamos no tempo em que se chama pós-modernidade onde os desafios e os problemas cada vez mais tendem a se aumentar, e para tal precisa-se de frades da Delegação bem formados espiritual, intelectual e humanamente.
Toda a oportunidade de formação é muito importante para a pastoral, mas antes é preciso ouvir a voz de Deus, meditar, dar exemplo e participar, no que diz respeito às alegrias, tristezas e esperanças de nosso tempo. Porque as alegrias e as tristezas do Carmelo Jovem Moçambicano são as alegrias e as tristezas das Província e da Ordem.
Devemos nos atualizar na Ratio para reviver e não poder desatualizar a formação, sem esquecer a Identidade Carmelitana em todo lugar em que estivermos e em qualquer atividade que nos é confiada, sendo uma“ comunidade contemplativa que vive em obséquio de Jesus Cristo com um coração puro e reta consciência.
Tudo deve ser feito olhando o passado dos nossos antepassados, consciente do presente e projetando o futuro da comunidade, tendo sempre diante de si a corresponsabilidade, a coparticipação, a comunicação e a cooperação de todos e de cada um.
No dia 01/02/2015 tivemos uma confraternização, e um passeio à cidade de Maputo em alguns pontos turísticos e em seguida visitamos as nossas irmãs carmelitas de Maputo. E no dia 02/02/2015, no ambiente fraterno com as irmãs dominicanas, com quem juntos trabalhamos e partilhamos da pastoral da paróquia de Santa Maria Mãe de Deus de Khongolote, tivemos uma palestra a respeito do “ THE YEAR OF CONSECRATED LIFE”, o Ano da Vida Consagrada, que teve seu início em novembro/2014 e que vai até novembro/2015. Tivemos a conclusão que devemos viver o presente com paixão, com entusiasmo, estarmos alegres e fazer alegres os outros, ser profetas do amanhã, viver a comunhão fraterna e sair para  evangelizar não só os de fora, mas começando com os de dentro, os mais próximos.
A visita do Pe. Conselheiro para África, Frei Conrad, foi muito importante, porque deu-nos força e coragem. Aliás, para um africano uma visita é muito bem-vinda, porque dá alegria e estimula o coração. Ficamos sabendo que não estamos sós, mas estamos unidos à Província e à Ordem, não estamos caminhando sozinhos, mas existe alguém que está ao nosso lado e que vela pela nossa vida e quer o bem do Carmelo.
Com isso aproveito para agradecer ao frei Conrad pelo apoio, carinho e força que tem nos dado, agradecer à Província por esse calor tão imenso que tem por nós, e a Ordem em geral por tudo que tem feito por nosso crescimento e santificação.
Por Frei Lázaro José Antônio Junior, O.Carmc1

c2