Partilha do Carmelo Moçambicano

Partilha do Carmelo Moçambicano
Notícias do Carmelo Jovem Moçambicano
Do lado de cá, mais uma vez, venho partilhar com vocês três eventos da nossa Delegação, a saber: a visita canônica do padre provincial, os primeiros votos dos nossos confrades (frei Célio e frei Cândido) e a entrada ao noviciado do nosso Irmão José Lucas Nhama, por último a nova estrutura do laicato do Carmelo moçambicano.
1.Visita Fraterna do Padre Provincial, Frei Altamiro Tenório Da Paz. O.Carm
Após a sua chegada no dia 10/06/2015, o Frei Altamiro, descansou da viagem, e em seguida observou o andamento da comunidade conventual. No dia 12/06/2015, iniciou as conversas com cada confrade, começando pelos capitulares e por último, os estudantes. No dia 17/06/2015 tivemos a Miniassembleia da Delegação: após a oração inicial de invocação ao Espirito Santo, iniciou a sua fala lendo o capítulo 2 da nossa regra; depois, dentre vários temas e assuntos, destacou: “Ser Carmelita hoje, é uma alegria que se renova e se comunica”.
Esta visita fraterna e canônica a Moçambique, do Padre Provincial, “tem como objetivo ver os confrades, como estão caminhando em todas as áreas da vida, animá-los, escutá-los, e enfim, conjuntamente procurar melhorar e tomar algumas decisões e saídas para as dificuldades”, dizia o Pe. Provincial. Exortou-nos para estarmos atentos à vida fraterna na comunidade, à missão que temos e, por fim, aos nossos votos que assumimos na vida consagrada, sem deixar de lado a formação. Também insistiu na necessidade de aprendermos outras línguas e nos especializarmos nas áreas interesse da Ordem e da Igreja, para o bem da Delegação, da Província e da Ordem.
Ademais, falou-nos da necessidade de nos formar para a liderança, sabermos avaliar nossa caminhada e traçarmos linhas concretas para a caminhada de nossa Delegação, nos seguidos ao Capítulo Provincial, sempre num clima de transparência, de sinceridade e verdade, para o bem da Delegação, da Província e da Ordem, tendo sempre diante de si aquele que nos chamou, Jesus Cristo, que é o fundamento último da vida consagrada, por quem “estamos aqui e não por causa de frei sicrano ou fulano”;  “não é por acaso que o nosso carisma diz devemos ‘viver em obséquio de Jesus Cristo com um coração puro e reta consciência’ ”. Ainda nos animou a perseverar diante das saídas de alguns irmãos.
No dia 22/06/2015, fomos comemorar o aniversário de Frei Genildo, O.Carm. Também, neste período de visita do Pe. Provincial, tivemos umas confraternizações. O padre provincial visitou algumas famílias e as irmãs carmelitas com as quais trabalhamos e partilhamos da pastoral carmelitana, aqui, na Arquidiocese de Maputo. A visita do Padre Provincial foi concluída com uma missa na paróquia, pelas 18h, no dia 08/07/2015, e uma confraternização no convento de São José, no clima festivo.
A visita de Pe. Provincial da PCP, Frei Altamiro Tenório da Paz. O.Carm, foi muito importante, porque, para além de nos de nos encorajar, escutou-nos em nossas alegrias e tristezas, como também desafios e pretensões. Aliás como falei no artigo passado “uma visita para um Africano é de estrema importância, porque dá alegria e estimula o coração”. Estamos unidos à província e a Ordem, estamos caminhando juntos. Assim sendo, agradecemos ao Pe. Provincial, Frei Altamiro, pelo carinho e amor que tem por nós, e que nos tem dado dia e noite, como também à Província e à Ordem por esse calor imenso que tem por nós e por toda confiança que tem depositado em cada de nós e em todos.
  1. Primeiros votos dos nossos confrades e a entrada ao noviciado do nosso Irmão.
No dia 02/06/2015, partimos a caminho do Zimbabwe, país vizinho de Moçambique, onde se encontrava os nossos Irmãos (Fr. Célio e Fr. Cândido); neste percurso passamos pelo Dombe, onde moram nossos amigos da Obra de Maria, que com muito carinho e amor nos acolheram. Passamos a noite e, cedinho, demos continuidade à nossa viagem. No dia 04/07/2015, houve a profissão dos votos simples dos nossos confrades frei Célio O.Carm e frei Cândido O.Carm, da nossa Delegação. É uma alegria para nossa Delegação acolher mais dois frades, com quem, juntos, vamos florir o Carmelo Jovem de rosto Moçambicano…  É uma alegria que contagia a todos, a nós, à Província Pernambucana e à Ordem, pois as alegrias e as esperanças do Carmelo Jovem Moçambicano são as alegrias e esperanças da Província e da Ordem.
  1. A Estrutura do laicato do Carmelo moçambicano.
Como, depois de muito tempo, caminhávamos sem uma estrutura, houve a necessidade de criá-la. Foram nomeados para os ofícios dos leigos os seguintes: Responsável das Leigas: Dona Jaqueline, a Ecônoma das Leigas: Dona Luísa Viola, a Secretaria das Leigas: Dona Luísa Manjope; quanto a animação do Grupo: Dona Angélica, e à Comunicação do Grupo: o senhor Elias.
Por Frei Lázaro José António O.Carm