laicato-1
CARMELO
VOCACIONAL
SANTORAL

ano-santo-2016
JMJ-Cracovia-2016
Últimas notícias
Assembleia das Ordens Terceiras do Carmo

Assembleia das Ordens Terceiras do Carmo

Está chegando o grande dia de 22 à 24 de Abril em Camocim de São Félix, Assembleia das Ordens Terceiras do Carmo, vamos junto compartilhar nossas experiências de irmãos e irmãs da Ordem Terceira do...

Destaques
Ano do Laicato na PCP

Ano do Laicato na PCP

Ano do Laicato Carmelita na Província Carmelitana Pernambucana Carta aos irmãos e irmãs, membros do laicato carmelita da Província Carmelitana Pernambucana Saudações fraternas! Instituição do Ano do Laicato Já no final do ano passado, solicitei,...

lITURGIA-PCP


Também nós, como Pedro e as mulheres, não podemos encontrar a vida, permanecendo tristes e sem esperança e permanecendo aprisionados em nós mesmos. Mas abramos ao Senhor os nossos sepulcros selados, para que Jesus entre e dê vida; levemos-Lhe as pedras dos ressentimentos e os penedos do passado, as rochas pesadas das fraquezas e das quedas. Ele deseja vir e tomar-nos pela mão, para nos tirar para fora da angústia. Mas a primeira pedra a fazer rolar para o lado nesta noite é esta: a falta de esperança, que nos fecha em nós mesmos

Testimonial

Papa Francisco
Espiritualidade
A Prática da Presença de Deus

A Prática da Presença de Deus

A PRÁTICA DO IRMÃO LOURENÇO Por Pe. John Welch, O.Carm. In: Revista Carmelita (http://online.fliphtml5.com/omno/vnbj/#p=8) Tradução: Província Carmelitana Pernambucana  Se um clássico na literatura pode ser ironicamente descrito como “um livro que ainda se imprime”, então...

MADALENA DE PAZZI
Vida de Sta. M M de Pazzi (Cap. 01 a 03)

Vida de Sta. M M de Pazzi (Cap. 01 a 03)

Tradução abreviada  do livro de padre jesuíta Virgílio Cepari (sec. XVII), sobre a Vida de Santa Maria Madalena de Pazzi, realizada em 1958 pelo Frei Emídio ter Beke, O. Carm.  Obs.: todos os capítulos serão postados paulatinamente.  ...

Jesus diz que ninguém roubará as ovelhas de suas mãos (Jo 10, 28), mas para conservar o nosso livre arbítrio, ou seja, a nossa liberdade, não diz desta forma: elas não podem fugir de minhas mãos. As almas que querem permanecer nas mãos de Jesus não poderão ser arrancadas dele nem pelo demônio, com suas tentações, nem por nenhuma outra criatura, perseguição ou qualquer outra coisa. Jamais seremos apartados de Jesus, a não ser que voluntariamente o queiramos; por isso nos esforcemos para que isso nunca venha a acontecer, por nossa culpa.

Testimonial

Santa Maria Madalena de Pazzi